ATENCAO!!!

Habilite suporte a JavaScript
Nao sabe como? [clique aqui]

Asapac
 O Uso de Suplementos Alimentares no Tratamento do Câncer
 

OS BENEFÍCIOS DA SUPLEMENTAÇÃO NUTRICIONAL

NO TRATAMENTO DO CÂNCER

O câncer e o seu tratamento aumentam consideravelmente o gasto de energia do indivíduo e, ao mesmo tempo, devido a vários fatores, faz perder o apetite o que pode levar à desnutrição ou ao risco nutricional.

A desnutrição é diagnosticada quando o paciente se encontra bem abaixo do peso esperado para a sua altura e idade. Já o risco nutricional refere-se a uma perda de peso rápida num determinado período de tempo, como por exemplo considera-se uma perda grave de peso um indivíduo que perde 5% do seu peso corpóreo em 1 mês. É comum indicarmos suplementação nutricional nessas situações como também quando o tumor se localiza no trato digestório (boca, esôfago, estômago, intestino) prejudicando as funções normais de ingestão, digestão, absorção e excreção.

O indivíduo desnutrido ou em risco nutricional tem maiores chances de enfrentar complicações durante o tratamento, como por exemplo dificuldades de cicatrização no pós cirúrgico, possibilidade de adquirir infecções, diminuição da resposta ao tratamento do câncer e diversas outras complicações. Por consequência ocorre maior tempo de internação, maior demanda de cuidados hospitalares, redução da qualidade de vida e da sobrevida, quando comparados com pacientes com estado nutricional adequado, o que justifica o uso de suplementos nutricionais.

Existem 3 vias de administração dos suplementos : -via oral : é a via preferencial. Indicada para pacientes incapazes de suprir as necessidades nutricionais exclusivamente por alimentos, mesmo seguindo as orientações nutricionais de um especialista. É o método mais simples de aporte nutricional e não invasivo. Os suplementos nutricionais orais devem fornecer quantidades adequadas de todos os nutrientes com a finalidade de reforçar as necessidades nutricionais do paciente. Via enteral : esta via é indicada quando o paciente está incapacitado ou com habilidade limitada em ingerir alimentos devido a alguns fatores como por exemplo por anorexia, disfagia (dificuldade de deglutição), obstrução do trato gastrointestinal superior ou patologia do sistema nervoso central, entre outras situações. A nutrição enteral pode ser parcial ou total. A parcial é utilizada como suplementação da ingestão insuficiente pela via oral e a nutrição enteral total é utilizada nos casos em que os pacientes estão impossibilitados de se alimentar por via oral.  A nutrição enteral é ofertada por sonda, que pode ser inserida no nariz e posicionada no estômago (via nasogástrica) ou inserida no nariz e posicionada no intestino (nasoentérica) ou ser posicionada diretamente no estômago (gastrostomia) ou intestino (jejunostomia). O posicionamento da sonda vai depender do estado de funcionamento do trato gastrointestinal. A nutrição enteral domiciliar é um método seguro e eficaz. O tipo de dieta a ser administrada vai depender das necessidades nutricionais de cada paciente e do posicionamento da sonda. Via parenteral : esta via é indicada quando o trato gastrointestinal não está funcionante não permitindo receber uma dieta oral ou enteral, tornando a via parenteral a única opção. Esta via infunde os nutrientes diretamente na circulação necessitando de cateterização de veia central ou periférica.

Há atualmente diversos tipos de suplementos nutricionais no mercado e já existem suplementos específicos para pacientes com câncer. Os benefícios da suplementação é o ganho de peso ou estabilização deste, melhora do estado de atividade, melhora da resposta imunológica e aumento da sobrevida do paciente.

Mônica Mendonça Machado 

Nutricionista do CVVRS

CRN 9ªR 1093


Visualizado (1192 vez(es))




Caminhada Outubro Rosa 2018 SJDR
Data: 29/10/2018
164 (visualizações)

Sorteio Rifa Solidária 2018 ASAPAC SJ
Data: 13/08/2018
119 (visualizações)

Entrega de Benefícios ASAPAC Ubá
Data: 2/08/2018
94 (visualizações)

ASAPAC 2018 - Todos os direitos reservados

Página carregada em:1 segundo(s)   versão de liberação e pack: 1.0